Notícias

7 características de um bom advogado

Você sonha em ser advogado?

Se quiser trilhar esse caminho profissional, suas preocupações devem ir além da matrícula na faculdade de Direito. É preciso conhecer as características de um bom profissional da área.

Para facilitar o processo, separamos algumas qualidades que se destacam entre quem faz sucesso na profissão.

Quer ver? Confira 7 habilidades importantes para um advogado!

Quais são as 7 qualidades essenciais para ser um bom advogado?
Para mandar bem na carreira de advogado, é fundamental reunir algumas qualidades que vão, com certeza, abrir mais oportunidades e ajudar você a alcançar seus objetivos no Direito.

Nenhuma delas é um talento exclusivo de quem “nasce assim” e, portanto, você pode desenvolver todas elas.

Então veja 7 qualidades indispensáveis de um bom advogado.

  1. Capacidade técnica
    Para começar, é indispensável que o profissional de Direito realmente conheça a sua área.

Afinal, somente dessa maneira ele poderá atuar para conquistar os resultados esperados, de acordo com a legislação e com todas as etapas que são exigidas.

Portanto, é preciso escolher uma boa faculdade, se dedicar intensamente desde a graduação e até considerar uma pós-graduação para se especializar.

Quanto maior for a sua capacidade técnica de atuação, melhor para a sua carreira.

  1. Comunicação
    Um bom advogado também precisa saber se comunicar corretamente — e isso não envolve apenas o juiz, viu?

É preciso manter um bom contato com os clientes, com um atendimento de qualidade e esclarecedor. O juridiquês deve ser deixado de lado nesse momento!

Além de tudo, é necessário se comunicar com agentes do sistema judiciário e mesmo com outros advogados. Portanto, ser claro, ter boa oratória e conseguir expor seus pontos claramente faz a diferença.

  1. Persuasão
    É claro que uma das características não deixaria de ser a persuasão, né?

Afinal, um dos seus objetivos é convencer uma autoridade ou um júri popular sobre a sua tese e defender o seu cliente, se for o caso.

Portanto, é muito importante ser capaz de estruturar sua argumentação e de agir de maneira convincente.

Aliás, esse é um dos pontos mais importantes para conseguir mais casos e vencer mais ações, sabia?

  1. Criatividade
    A lei vale para todos, mas a interpretação e a busca por jurisprudências nem sempre é igual.

É por isso que um bom advogado também tem uma dose de criatividade para embasar seus argumentos.

Conhecer bem a legislação correspondente permite explorar aspectos legais e dar uma nova condução a cada caso.

Sabe o que isso significa? Mais chances de deixar o cliente feliz!

  1. Proatividade
    Ficar sentado esperando um cliente entrar pela porta, uma petição ser redigida ou um processo ser despachado não tem nada a ver com um profissional de sucesso, né?

É por isso que ser proativo é tão importante.

Você precisará usar essa habilidade para correr atrás de novos clientes e parceiros, para dar andamento aos processos e mesmo para agilizar sua atuação. Só não vale ficar parado!

  1. Inteligência emocional
    Você já deve ter visto casos em que alguém perdeu um processo em primeira instância, recorreu e, depois, conseguiu resultado favorável, certo?

Esse é apenas um dos vários desafios que podem aparecer na sua carreira — e isso não é ruim.

Só que para encarar esses obstáculos e sair vitorioso é preciso ter jogo de cintura e muita inteligência emocional.

Com a cabeça fria e foco no que realmente importa, é possível alcançar os resultados desejados para você e seu cliente.

  1. Resolução de problemas
    Sabe aquele tipo de pessoa que sempre tem uma solução para alguma questão que apareça?

Pois é, os advogados que se destacam costumam ter essa capacidade.

Então, é preciso trabalhar a sua capacidade de resolver problemas e de pensar em saídas — sejam elas convencionais ou não — para atender às necessidades de cada situação, combinado?

Advogado resolução de problemas

Quais são os erros mais comuns que um advogado pode cometer?
Conquistar e desenvolver essas habilidades é muito importante, mas só isso não basta.

Você também vai precisar se dedicar para evitar erros que podem ser muito frequentes e que podem causar grandes impactos na carreira.

O advogado iniciante, principalmente, comete várias dessas falhas e conhecer cada uma antecipadamente é uma forma de evitar que elas ocorram.

Venha conferir quais são os deslizes mais comuns e saiba como fugir deles!

Não se manter atualizado
A legislação tende a refletir a sociedade, seus interesses e suas necessidades, certo?

Como estamos em constante mudança, a lei também muda e não acompanhar isso é uma falta grande.

Antes de usar um artigo da legislação ou redigir uma petição é fundamental conferir se houve alguma mudança ou mesmo um novo entendimento e jurisprudência. Ao se manter atualizado, a sua atuação é bem melhor.

Fazer uma gestão do tempo inadequada
Ser um bom advogado, normalmente, significa ter vários clientes e estar envolvido em diversas ações. Ao mesmo tempo, seu tempo é limitado e é preciso dar atenção a todos os pontos.

Quando a sua gestão do tempo é ruim, algo fica para trás — e isso não é bom.

Portanto, é fundamental manter a organização, ficar de olho nos prazos e se preocupar em ser produtivo com qualidade. Assim, sua atuação renderá muito mais frutos.

Ignorar o potencial das parcerias
Tem advogado que acha que todo bacharel em Direito é um competidor ou, pior ainda, um inimigo. O resultado desse erro é que a presença no mercado se torna muito mais difícil.

Em vez de ignorar como as parcerias podem ajudar, invista no networking desde a faculdade e continue ao entrar no mercado de trabalho.

Com os contatos certos, você poderá unir esforços e oferecer um atendimento cada vez melhor aos clientes.

Não ter um bom planejamento
Pegar o carro e cair na estrada rumo a uma cidade que você não sabe onde fica não parece uma má ideia quando você tem um mapa.

Mas, sem instruções, é mais difícil e demorado chegar ao local certo, não é?

Pois é isso que ocorre quando você não tem planejamento. É importante não cometer esse erro e, em vez disso, traçar um bom plano para concretizar seu caminho até o sucesso.

Preparado para ser um bom advogado?

Um bom advogado reúne conhecimentos técnicos, experiência e habilidades pessoais e profissionais.

Conhecendo essas características e sabendo quais erros evitar, você poderá chegar mais longe!

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo