Política

Polícia ambiental aplica R$ 32 milhões em multas por desmatamento de 1 mil hectares em Porto Velho

A Polícia Militar Ambiental de Rondônia aplicou, nesta semana, mais de R$ 32 milhões em multas por desmatamento ilegal na zona rural do distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho.

A atuação aconteceu durante a operação Guardiões do Bioma, quando equipes da polícia ambiental e do 1º Batalhão de Polícia Militar faziam uma fiscalização numa região conhecida como Ramal do Boi.

Quando chegaram a uma propriedade no Km 18, os agentes não conseguiram passar com as viaturas, pois várias árvores haviam sido cortadas e derrubadas sobre a estrada. Os PMs então seguiram o trajeto a pé e no interior da propriedade flagraram seis homens, todos com motosserras.

Os agentes conseguiram deter o grupo de desmatadores. Os seis homens afirmaram à polícia que estavam ali ganhando diária pelo serviço, mas não informaram os nomes dos responsáveis ou proprietários pela área.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, dentro da área havia sido montada até um ‘observatório’ para que os suspeitos pudessem detectar a chegada de alguma equipe de fiscalização ambiental.

A operação Guardiões do Bioma constatou um desmatamento de ao menos 1 mil hectares de floresta nativa, sem autorização dos órgãos ambientais competentes.

Diante do crime ambiental, foram aplicados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), juntamente com autos de infração que passam de R$ 32 milhões. Os motosserras encontrados com os homens foram apreendidos. Já os seis homens foram detidos e retirados da área pela polícia.

A ação para detectar o desmatamento contou com apoio da tecnologia satelital e de um drone.

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo